São Caetano do Sul,

segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Heptatleta britânica espera frear supremacia americana

Foto: Getty Images
 
Esperança britânica para os Jogos Olímpicos de Londres, a heptatleta Louise Hazel afirmou ao Sky Sports que espera atrapalhar os Estados Unidos na busca do topo do quadro de medalhas.
 
Louise, medalhista de ouro do heptatlo nos Jogos da Comunidade Britânica em 2010, disse que espera contribuir para que a Olimpíada deixe um legado vencedor para as crianças de seu país. Para ela, ninguém quer ver os Estados Unidos terminarem a edição com uma porção de medalhas novamente.
 
Aos 26 anos, a britânica ainda acredita que possa competir em mais uma edição dos Jogos da Comunidade Britânica, em Glasgow-2014, e afirmou que espera que seu corpo aguente até a Olímpiada do Rio de Janeiro-2016.

No entanto, Louise admite que será difícil seguir a carreira de esportista após os Jogos do Rio. Segundo a heptatleta, sua presença no Mundial de Atletismo de 2017 ainda é uma incógnita.

Fonte:  http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5634965-EI19410,00-Heptatleta+britanica+espera+frear+supremacia+americana.html

Promessa do judô, piauiense ganha destaque em TV britânica

Foto: esporte.ig.com.br
 
A judoca brasileira Sarah Menezes, que irá competir nos Jogos Olímpicos de Londres, ganhou destaque na rede de TV britânica BBC, no último sábado, no programa World Olympic Dreams (Sonhos Olímpicos do Mundo, em tradução livre).
 
Segundo a reportagem, que esteve em Teresina, cidade natal da judoca, Sarah já é considerada uma celebridade. "Se você pensa que o típico astro esportivo brasileiro é um futebolista impetuoso do Rio de Janeiro, então Sarah Menezes está o mais distante possível deste clichê", afirmou a rede de televisão.
 
A BBC destacou que a atleta vive "a 2.500 km de Rio e São Paulo, onde a maior parte dos investimentos tende a ser destinada", mas ainda mora com os pais e é treinada pelo mesmo técnico desde o primeiro ano de judô . "Sarah é uma menina com raízes fortes e está muito ligada à sua cidade."
 
No programa, Sarah foi citada como um modelo de determinação, pois desafiou os pais quando escolheu praticar judô. De acordo com os britânicos, graças à lutadora, cada vez mais meninas estão entrando nos tatames.

Na categoria até 48 kg, Sarah conquistou o terceiro lugar nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara-2011, além de dois bronzes e uma prata em Mundiais.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5635179-EI19410,00-Promessa+do+judo+piauiense+ganha+destaque+em+TV+britanica.html

Luiza Almeida conquista vaga olímpica no adestramento

Foto: Tarian Chaud/Terra
 
A amazona brasileira Luiza Tavares de Almeida conquistou, no último domingo, no Clube Hípico Santo Amaro, em São Paulo, a única vaga olímpica para países da América Central e do Sul no adestramento individual.
 
Sob forte chuva, Luiza obteve uma média final de 71,325%, superando a marca de sua principal oponente, Ivonne Iosos de Muniz, da República Dominicana, que competiu durante o sábado nos Estados Unidos e havia registrado 70,5%.
 
Segundo a Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), a classificação de Luiza à Olimpíada deve ser confirmada pela Federação Equestre Internacional (FEI) no início de março.

Esta será a segunda vez que a amazona participa dos Jogos Olímpicos. Em Pequim 2008, Luiza se tornou a mais jovem atleta do hipismo em Olimpíadas, com 16 anos, superando Rodrigo Pessoa, da modalidade salto, que competiu em Barcelona aos 19 anos.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5635452-EI19410,00-Luiza+Almeida+conquista+vaga+olimpica+no+adestramento.html

Pela Olimpíada, Maurren troca Mundial por treino na Espanha

A atual campeã olímpica de salto em distância Maurren Maggi embarcou no último sábado para Madri, na Espanha, onde passará por um período de treinos de alta intensidade e especificidade. Com foco total na Olimpíada de Londres, a saltadora abriu mão de disputar o Campeonato Mundial Indoor, que acontece de 09 a 11 de março, em Istambul, na Turquia. "Essa etapa em Madri vai marcar o final dessa primeira fase da preparação da Maurren", disse o técnico Nélio Moura, que a acompanha na viagem.
 
Nesta segunda-feira, Maurren fez suas primeiras atividades em solo espanhol sob comando de seu treinador, que explicou o motivo dela não competir no Mundial. "O Pan-Americano foi muito tarde na temporada de 2011 e, por esse motivo, tivemos que adiar o início da preparação para esse ano. Sendo assim, acredito que ela não estaria tão bem para competir no Mundial logo nesse início de 2012 e optamos por fazer a preparação de acordo com o relógio dela para que ela possa chegar a Londres em seu no melhor momento no ano", explicou o Nélio.
 
Focada nos Jogos Olímpicos deste ano, Maurren está empolgada com a etapa de trabalhos fora do país. "Esse início da temporada de 2012 está sendo ótimo para mim. O período de treinamentos fora também será muito bom porque sempre treino bem em Madri e espero retornar de lá cada vez melhor, para que possa obter bons resultados quando for competir aqui no Brasil", afirmou a saltadora.
 
"Treinar fora do país acrescenta porque acabo apagando tudo o que acontece no Brasil e posso me dedicar 100% aos meus treinamentos. Fico com foco total no trabalho e isso facilita para que o rendimento seja ainda melhor", completou Maurren.

Essa etapa de atividades em Madri marca o encerramento da primeira fase de preparação da atleta. De acordo com Nélio Moura, a saltadora está em um período de treinamentos de alta intensidade e especificidade. "Em Madri faremos treinos bem específicos para fechar essa primeira parte da preparação.

Na sequência ela retorna ao Brasil e ganha alguns dias de descanso para depois começarmos a segunda etapa da preparação", informou o treinador.

Foto: Foto: Fabio Rubinato/AGF/Divulgação
Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5635268-EI19410,00-Pela+Olimpiada+Maurren+troca+Mundial+por+treino+na+Espanha.html

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Futebol: Brasil enfrentará Canadá no dia 24 de março, em Boston; EUA e Japão, nos dias 3 e 5 de abril, em Chiba e Kobe

Foto: Rafael Ribeiro

A Seleção Brasileira Feminina fará três amistosos entre março e abril, dando continuidade à preparação para as Olimpíadas de Londres 2012. No dia 24 de março, o Brasil enfrentará o Canadá no Gillette Stadium, em Boston, nos EUA. Depois, no dia 3 de abril, os Estados Unidos, campeão olímpico, no Fukuda Denshi Arena, em Chiba, e por último no dia 5, o Japão, campeão mundial, no Holmes Stadium, em Kobe, no Japão.

A convocação para os amistosos será no dia 7 de março. Para os jogos a Seleção viajará no dia 20 de março para Boston, onde treinará para as três partidas. A viagem para o Japão está marcada para o dia 31 de março.

Os três amistosos fazem parte da preparação da Seleção Femininia para asOlimpíadas de Londres 2012, que acontecerá de 27 de julho a 12 de agosto. Até a viagem para a Inglaterra, o Brasil enfrentará a França e Portugal, em maio, ainda sem local definido.

Além dos amistosos, convocações mensais fazem parte da preparação para Londres. A primeira etapa de treinamentos aconteceu de 16 a 29 de janeiro na Granja Comary. No dia 24 de fevereiro, começará a segunda fase também em Teresópolis.

Fonte: http://www.cbf.com.br/noticias/selecao-feminina/2012/2/16/selecao-feminina-amistosos-no-japao

Tênis: Promessa americana cai na primeira rodada em Memphis

A americana Melanie Oudin estreou com derrota no WTA de Memphis. A jovem de 20 anos foi derrotada por Stephanie Foretz Gacom, da França, parciais de 6/2 e 6/3.
 
Oudin apareceu para o mundo em 2009, quando aos 17 anos chegou chegou às quartas de final do Aberto dos Estados Unidos, sendo derrotada por Caroline Wozniacki.
 
Desde então, porém, Oudin, tida como esperança principal do tênis de seu país, não voltou a repetir o bom desempenho.
 
Na segunda rodada, Foretz Gacon, algoz de Oudin, defrenta Camila Giorgi, que derrotou Nadia Petrova.
 
Confira outros resultados
 
Primeira rodada
Ksenia Pervak (CAZ) x Rebecca Marino (CAN) - 6/2 e 6/4
 
Segunda rodada
Varvara Lepchenko (EUA) x Johanna Larsson (SUE) - 6/2 e 6/4
Vera Dushevina (RUS) x Jamie Hampton (EUA) - 6/4 e 6/3

Foto: comentandocomentado.blogspot.com
Fonte: http://www.terra.com.br/

 

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Basquete Clube supera São Caetano e se reabilita na LBF

Foto: C. Diniz/Liga de Basquete Feminino/Divulgação
 
Mesmo jogando fora de casa na noite desta quarta-feira, o Basquete Clube se reabilitou na Liga de Basquete Feminino e superou o São Caetano/Drummond pelo placar de 77 a 63, no encerramento da oitava semana.
 
Com o triunfo no ginásio Municipal Armando Lima e Silva Corujeira, em São Caetano do Sul (SP), o time de Araçatuba (SP) chega à terceira vitória na competição, mas continua na penúltima posição da LBF. Já o São Caetano/Drummond segue com a péssima campanha de 0% de aproveitamento, com 14 derrotas em 14 jogos.
 
A maior pontuadora da partida foi Cleia Crepaldi, do Basquete Clube, com 21 pontos, um rebote e três assistências. Pelo time da casa, Monica foi a melhor, com 14 pontos e sete rebotes.
 
"Vitória importante, fora de casa, contra um time que conta com um elenco de base jovem e que cresceu bastante ao longo da competição. Agora é seguir trabalhando para evoluir mais nestas rodadas finais da primeira fase e entrar com força no playoff", disse Giovana Polizel, técnica do Basquete Clube.
 
Na próximo dia 25, o São Caetano /Drummond busca sua primeira vitória, fora de casa, contra o vice-líder Ourinhos Basquete. Já no dia 27 de fevereiro, jogando na cidade de Araçatuba, o Basquete Clube busca mais uma vitória contra a equipe do Maranhão Basquete, sexto colocado.
 
Fonte: http://esportes.terra.com.br/basquete/noticias/0,,OI5615927-EI1885,00-Basquete+Clube+supera+Sao+Caetano+e+se+reabilita+na+LBF.html

Mayra Aguiar planeja se "esconder do mundo" antes de Olimpíada

 
Após as vitórias no Masters do Cazaquistão e do Grand Slam de Paris, a judoca gaúcha Mayra Aguiar, 20 anos, assumiu a liderança do ranking da Federação Internacional de Judô, na categoria meio-pesado. Com a vaga garantida para a Olimpíada de Londres, ela só pensa em descansar em uma praia deserta, "escondida do mundo".
 
"Vou dar uma descansada. Minha família vai direto para a praia (no litoral gaúcho), sempre que tem um tempinho estão por lá. Tem uma casa que alugamos em uma região bem deserta, para ficar escondido do mundo", diz Mayra, que, após a liderança do ranking, passou a ser muito procurada pela imprensa de todo o País. "Faz parte, é assim mesmo".
 
A judoca conta que nunca deu muita bola para o ranking, mas ficou surpresa quando viu seu nome no topo da lista, na frente dos maiores nomes do judô mundial. "Eu não olho muito o ranking, então foi uma surpresa mesmo, nem esperava. Quando eu cheguei (a Porto Alegre) teve o comentário de que eu poderia ficar em primeiro lugar, ficaram fazendo contas, mas quando vi no dia meu nome no primeiro lugar do ranking foi uma emoção enorme, é uma coisa que vou levar para o resto da vida", afirma.

Apesar da juventude, Mayra tem demonstrado maturidade e foco. Como está noiva, deixou as raras baladas de lado para levar uma vida ainda mais tranquila. "Isso mudou minha vida para melhor, acabo descansando mais, ficando mais em casa. Estamos há quase um ano juntos, foi tudo muito rápido, mas encontrei a pessoa da minha vida. Ele faz atletismo, é de São Paulo, mas nos conhecemos no Rio de Janeiro, no Carnaval", afirma.

Por causa da agenda, ela teve que parar a faculdade de Educação Física, e nesse período pré-olímpico deve diminuir a intensidade de trabalho. "Nem sei qual será a próxima competição, mas vamos continuar os treinos e participar de outras disputas, até porque não podemos perder o ritmo de competição", conta.
 
Além das conquistas profissionais e amorosas, Mayra também divide o tempo com o roller (patins), hobby que ficou de lado por causa da intensa agenda: "não dava para levar na mala", brinca. "Mas agora vou voltar, já que vamos dar uma diminuída (no ritmo de treinos e competições) e vou ficar mais tempo aqui.
 
Mas agora o hobby é mais praia por causa desse calor todo do verão".

A temporada que passou recentemente no Japão pode ter surtido efeitos positivos na personalidade e performance de Mayra, que, no começo da carreira, chegou a pensar em abandonar o esporte por causa de luta contra a balança. "Me ajudou bastante. Mudei um pouco minha cabeça, a forma de treinar, a questão física teve algumas mudanças, a alimentação... São pequenos detalhes que eu estou mudando, dando mais atenção, e que estão dando bons resultados na competição", afirma.

A poucos meses de embarcar para uma nova empreitada olímpica, Mayra conta agora com o prestígio de ser a número um do mundo e com a maturidade que os anos de competição lhe trouxeram. "O foco sempre foi a Olimpíada", diz.

Foto: Miguel Noronha/Divulgação
Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5610406-EI19410,00-Mayra+Aguiar+planeja+se+esconder+do+mundo+antes+de+Olimpiada.html

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

Estrela do nado sincronizado, espanhola surpreende e se aposenta

Photo by Hamish Blair/Getty Images Sport

Dona de duas medalhas de prata nos Jogos Olímpicos de Pequim 2008 e 39 conquistas em Mundiais e Campeonatos Europeus, uma das mais destacadas atletas do nado sincronizado surpreendeu a todos ao anunciar a aposentadoria nesta quarta-feira. Aos 34 anos e a apenas seis meses da Olimpíada de Londres, a espanhola Gemma Mengual confirmou que deixa o esporte por motivos pessoais.
 
Segundo o jornal Mundo Deportivo, Gemma deu entrevista emocionada em Barcelona, depois de entrar no salão destinado ao evento ao som de Yesterday, dos Beatles. Com o filho Nil nos braços, ela explicou que não estava se sentindo tão plena como antes em relação ao nado sincronizado, e que essa sensação se tornou cada vez mais clara antes das últimas competições que fez.
 
Gemma Mengual estava em período de treinamento com a seleção espanhola visando a Olimpíada de Londres, e embora não participe de provas desde 2009, quando tirou licença por conta da maternidade, era considerada favorita. Ela faria sua quarta participação em Jogos Olímpicos, embora tenha atingido o auge da carreira apenas há quatro anos, quando conseguiu quatro ouros no Campeonato Europeu.

A espanhola afirmou estar feliz com a decisão e ressaltou que o nado sincronizado a deu muito mais do que poderia imaginar. Conhecida pela intensa beleza, Mengual já posou como modelo, especialmente de biquínis como os utilizados nas competições. Ela ainda não definiu o que vai fazer após a aposentadoria das piscinas, e planeja passar mais tempo com a família nos próximos meses.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5614470-EI19410,00-Estrela+do+nado+sincronizado+espanhola+surpreende+e+se+aposenta.html

Britânica de 17 anos luta contra a balança por Olimpíada

Com apenas 17 anos, Zoe Smith é apontada no Reino Unido como uma das maiores promessas do levantamento de peso. Prata no Mundial junior em 2011, ela agora luta contra a balança para mudar de categoria e aumentar as chances de medalha nos Jogos Olímpicos de Londres.

Zoe Smith teve temporada proveitosa em 2011 competindo na categoria até 63 kg, mas agora pretende voltar aos 58 kg, peso com o qual se tornou a primeira inglesa a conquistar pódio no levantamento de peso nos Jogos da Comunidade Britânica, em 2010, com o bronze.

Segundo o jornal Daily Mail, quanto aos resultados, seria mais proveitoso não mudar de categoria. Isso porque Nos Jogos de Pequim 2008, o peso suficiente para alcançar o pódio foi de 231 kg na categoria até 63 kg, enquanto que até 58 kg a marca foi de 226 kg. A diferença não compensaria o esforço para emagrecer.

No entanto, Zoe analisa o caso pelo índice necessário para se classificar para a Olimpíada. Na categoria até 63 kg, a marca é de 205 kg, enquanto que na até 58 kg, baixa para 196 kg, o que ela considera mais fácil de alcançar. Sua melhor marca é 204 kg.

"Estou desesperadamente tentando chegar aos 58 kg neste momento, porque eu continuo nos 61 kg", contou a atleta, à publicação. Para isso, tem recorrido a exercícios incomuns para levantadores de peso, como esteira e bicicleta

Foto: Getty Images

Fonte: http://www.terra.com.br/

Sesi de Vila Leopoldina receberá Troféu José Finkel de Natação

Foto: portalozknews.com.br

Nesta terça-feira passada foi anunciado que o Troféu José Finkel de Natação será disputado no Sesi de Vila Leopoldina, zona oeste de São Paulo, entre os dias 20 e 26 de agosto. A informação foi divulgada por Coaracy Nunes, presidente da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA), durante homenagem a Paulo Skaf, presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp).

O Troféu José Finkel, o campeonato mais importante da natação nacional, é a seletiva brasileira para o Mundial de Natação, que será realizado no mês de dezembro, na cidade de Istambul, na Turquia.

"Os alicerces do esporte são educação e saúde. É através destes fundamentos essenciais que as pessoas conseguem se desenvolver e ter oportunidades iguais. Nas escolas do Sesi-SP a piscina e a quadra também são lugares de grande aprendizado. Fico muito feliz de ver os resultados obtidos pelos nossos atletas e o exemplo deles aos demais alunos da nossa rede de ensino", disse Skaf, após a homenagem.

Fonte: http://www.terra.com.br/

Vôlei: Sollys/Osasco vence Banana Boat/Praia Clube e vira vice-líder

Jogando em sua casa, no ginásio José Liberatti, em Osasco (SP), o Sollys/Osasco bateu, na noite desta terça, o Banana Boat/Praia Clube pelo placar de 3 sets a 1, com parciais de 27/29, 25/23, 25/17 e 25/14, encerrando uma sequência de quatro vitória consecutivas do time mineiro.

A norte-americana Destinee Hooker, do Osasco, voltou a ter uma atuação de destaque, sendo a maior pontuadora da partida, com 24 pontos anotados.

Com o resultado, a equipe de Osasco chega aos 40 pontos e reassume a vice-liderança da Superliga feminina, ultrapassando com o Vôlei Futuro. O time de Araçatuba ocupava a 2ª colocação após a vitória sobre o Macaé Sports, na última segunda. O Banana Boat/Praia Clube segue na sexta posição do torneio, com 25 pontos em 16 partidas.

Na próxima quinta-feira, às 20h, o Sollys/Osasco viaja até a cidade de Macaé (RJ) para duelar contra o Macaé Sports, lanterna da Superliga. No mesmo dia, também às 20h, o Praia Clube recebe o líder Unilever, no ginásio Praia Clube, em Uberlândia (MG).

Foto: voleifemininoonline.blogspot.com
Fonte: http://www.terra.com.br/

Para atletas, performance vem antes da estética na "polêmica da saia"

Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
 
"É a briga da saia, né?", disse Adriana Araújo ao comentar a grande polêmica do boxe feminino, que fará sua estreia em Olimpíadas em pouco menos de seis meses, em Londres: qual deve ser o traje que as atletas usarão no ringue? As envolvidas priorizam performance antes de estética ao defender a liberdade de escolha: o que fizer você se sentir melhor, em vez de o que te deixar mais bonita.
 
O Terra acompanhou um treino da Seleção Brasileira feminina de boxe em São Paulo, em conjunto com as equipes de Argentina e Grã-Bretanha, e notou diferentes modelos usados pelas atletas: desde o tradicional shorts de boxe, folgado e com elástico largo na cintura, passando por bermudas de tactel, shortinhos minúsculos e até calça legging. Apenas uma atleta usava saia: a argentina Claribel Cruz.
 
"Para mim, tanto faz. De qualquer jeito, sempre que você luta de saia acaba usando um shorts térmico por baixo. Não muda muito, não", apontou Adriana. Para a campeã mundial Roseli Feitosa, no entanto, há diferença: "a saia é mais confortável. Como a saia é rodada, você fica menos presa, dá mais mobilidade". A atleta da categoria 71 kg ainda citou outro fator a ser levado em conta: a beleza.
 
"Eu usei no Mundial, é bonito. É bem feminino. A gente já tem que lutar com o cabelo preso e com capacete. Às vezes, nem dá para diferenciar se é homem ou mulher dentro do ringue", afirmou Roseli Feitosa, que terminou com uma importante consideração: "mas não deveria ser obrigatória". Essa é a grande questão apresentada pelas atletas: ter que usar um ou outro apetrecho tem gerado uma discussão ainda não definida pela Federação Internacional (AIBA).
 
Polêmica crescente
"Acredito que as garotas queiram ser tratadas apenas como boxeadoras", apontou Dave Alloway, técnico da seleção britânica feminina de boxe. Amanda Coulson, uma das principais atletas europeias da modalidade, mostrou opinião semelhante: contrário a uma determinação arbitrária. A boxeadora, que treinou de bermuda, disse preferir a peça porque não se sentiria bem tendo que se movimentar de saia.
 
"Eu não acho que a obrigatoriedade deveria existir só porque as pessoas acham que vão parecer bonito. É um esporte dominado por homens, mas não acho que as garotas tenham que parecer garotas no ringue", defendeu a lutadora. Nas últimas competições, as atletas tiveram a liberdade de optar por uma ou outra vestimenta.
 
"Acho que isso passa uma mensagem machista", opinou Juan Ledesma, técnico da seleção argentina de boxe. "Não é porque são mulheres que têm que usar saia. Se não houver a obrigatoriedade de usá-las, pode acreditar que elas vão usar. Mas se você obrigá-las, aí não vão gostar", complementou o argentino, que deixa suas atletas livres para escolher.

A polêmica tem crescido no mundo todo e gerado manifestações. A boxeadora e modelo canadense Elizabeth Plank, por exemplo, criou abaixo-assinado contrário à questão, em tom feminista. Conseguiu mais de 50 mil assinaturas. Todos aguardam uma definição da AIBA de forma resignada. "Se a AIBA disser que é para usar saia, então é para usar saia", decretou David Alloway.

Fonte:  http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5604024-EI19410,00-Para+atletas+performance+vem+antes+da+estetica+na+polemica+da+saia.html

terça-feira, 14 de fevereiro de 2012

Basquete: Ourinhos consegue vitória na prorrogação sobre Catanduva

Foto: sportv.globo.com 

O Ourinhos Basquete conseguiu um resultado importante na sequencia da oitava semana da LBF (Liga de Basquete Feminino) 2011/2012 ao superar o Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva BC, nesta segunda-feira, atuando em casa, no ginásio José Maria Paschoalick (Monstrinho), por 73 a 68, no tempo extra, depois de um empate de 62 pontos no tempo normal (36 a 32 no primeiro tempo).

As maiores pontuadoras do encontro foram Patrícia Chuca, 22 pontos, e Kelly Santos, 14 pontos, pelo time da casa; Palmira Marçal, 13 pontos, e Fabão, 11 pontos, em favor do visitante.

Com este resultado, o Ourinhos Basquete assumiu a segunda colocação na classificação geral, com 10 vitórias e 04 derrotas. O Poty/Açúcar Cometa/Unimed/Catanduva aparece logo a seguir, no terceiro lugar, com 09 vitórias e 04 derrotas.

"O time lutou demais e chegou a uma vitória importante, em um jogo que sabíamos que seria complicado, já que o representante de Catanduva vem realizando uma excelente campanha nesta edição da LBF. O nosso time está em crescimento e temos que seguir assim para chegar com força total aos playoffs", comenta a pivô Kelly Santos, do Ourinhos Basquete.

A oitava semana será fechada na quarta-feira, às 20h, com o duelo isolado entre São Caetano/Drummond e Basquete Clube, no ginásio Municipal Armando Lima e Silva Corujeira, na cidade de São Caetano do Sul (SP).

Fonte: http://www.terra.com.br/

Seleção feminina de polo aquático disputa Liga Mundial nos EUA

Foto: Reuters

As 13 atletas da seleção brasileira feminina de polo aquático embarcam na noite desta quarta-feira para os Estados Unidos, para disputar a Fase das Américas da Liga Mundial da modalidade, entre os dias 19 e 22 de fevereiro, em Long Beach, na Califórnia.
A delegação sairá do Brasil divida em dois grupos, um partindo do Rio de Janeiro e outro de São Paulo, sendo os dois no mesmo horário, às 22h50. A delegação se reúne na conexão em Atlanta e chega junta ao Estado da Califórnia por volta das 12h do dia 15.
Além das atletas brasileiras a competição contará com a presença das seleções de Estados Unidos e Canadá.
 
Atletas:

E.C. Pinheiros
Izabela Chiappini
Marina Zablith
Gabriela Mantelato
Lucianne Barronacas
Camila Gomes
Viviane Bahia

C. A. Paulistano
Melani Dias
Mirela Coutinho
Flavia Vigna

C. R Flamengo
Marina Canetti
Cecilia Canetti
Manuela Canetti
Luiza Moraes

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5611216-EI19410,00-Selecao+feminina+de+polo+aquatico+disputa+Liga+Mundial+nos+EUA.html

Ex-bailarina vira esperança britânica no arremesso de martelo

Foto: Getty Images

Sophie Hitchon pode parecer rude enquanto gira o martelo - peça redonda de 4 kg preso por cabo de aço - ao redor do próprio corpo. Mas a garota de 20 anos que às vésperas dos Jogos Olímpicos de Londres surge como esperança de medalha também sabe se apresentar sem perder a graça. Conheça a ex-bailarina que se apaixonou pelo arremesso de martelo.

Além da desenvoltura, a dança clássica apurou a cordenação motora, a estabilidade e a agilidade da atleta, campeã mundial junior em 2011. Também deu muita disciplina, algo que ele aprendeu durante os 13 anos em que foi bailarina, dos 2 aos 15 anos de idade.

Ainda enquanto dançarina, Sophie Hitchon começou a praticar atletismo em um clube de Lancashire, na Inglaterra. Seu foco era as provas de velocidade: 100m e 200m rasos. Quando o time precisou de alguém para a prova de arremesso de martelo, ela se candidatou e não parou de melhorar, quebrando uma série de recordes britânicos da prova.

Por enquanto, Sophie Hitchon é apenas uma promessa do arremesso de peso. Em competições adultas, não se destacou ainda - no Mundial de Daegu, em 2011, por exemplo, terminou apenas na 26ª colocação.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/fotos/0,,OI188063-EI19410,00-Exbailarina+vira+esperanca+britanica+no+arremesso+de+martelo+veja.html




 

Nado Sincronizado: Com mímica e street dance, dueto do nado faz intercâmbio na Rússia

Foto: pan.uol.com.br
 
Em período de preparação intensa visando os Jogos Olímpicos de Londres, o principal dueto do nado sincronizado brasileiro, formado por Lara Teixeira e Nayara Figueira, está aproveitando a oportunidade de treinar com a seleção russa da modalidade, a 80 km de Moscou. Esta é a primeira vez que a técnica Tatiana Pokrovskaya abre o treinamento de sua equipe para estrangeiros.
 
Em entrevista ao Terra, Nayara contou como está sendo o intercâmbio: "a experiência está sendo ótima. Estamos sentindo e vendo de perto a rotina das campeãs olímpicas, como elas treinam e o que elas treinam. Estamos concentradas 24 horas por dia e só focadas no treino."
 
A rotina das meninas na Rússia é intensa, com treino em três períodos. "De manhã, fazemos um treino de musculação ou flexibilidade, à tarde treinamos na piscina durante umas três horas e meia e mais uma hora e meia com a Tatiana (técnica russa), e a noite mais um treino das 20h40 às 22h", relatou Nayara. "O frio está demais, mas só sentimos durante o trajeto hotel-piscina que dura uns cinco minutos."
 
Apesar de muito rigoroso, o treinamento russo tem algo inusitado: "elas fazem uma aula de street dance bem legal que envolve todas as partes do corpo que utilizamos na água. Fora que é a parte mais divertida do treinamento", afirmou Nayara.
 
Uma dificuldade que a dupla tem na Rússia é a comunicação. Tatiana Pokrovskaya fala um pouco de português, mas as meninas da seleção russa não falam nem inglês. "A comunicação acaba sendo mais gestual e no máximo, arriscamos algumas palavrinhas em russo como 'bom dia', 'olá'", disse Nayara em tom bem-humorado.
 
As meninas viajaram para Rússia na companhia da técnica Andréa Curi, com quem mantém ótima relação.
Já entre as russas, este contato é bem diferente, segundo Nayara: "a relação técnico-atleta é bem restrita por aqui. Até nos quartos, atletas ficam de um lado e técnicos do outro. Contato mesmo, só na piscina."

A dupla brasileira foi para a Rússia no dia 5 de fevereiro e deve voltar para o Brasil no dia 16 deste mês. A participação delas na Olimpíada de 2012 é bem provável, mas ainda depende do desempenho do dueto no Torneio Pré-Olímpico, que acontece do dia 18 ao dia 22 de abril, em Londres. As 19 melhores duplas se classificam para os Jogos.

Foto: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5610555-EI19410,00-Com+mimica+e+street+dance+dueto+do+nado+faz+intercambio+na+Russia.html

segunda-feira, 13 de fevereiro de 2012

Vôlei: CBV confirma Rio de Janeiro como sede da 2ª etapa do Grand Prix 2012

A Confederação Brasileira de Voleibol (CBV) confirmou que o Rio de Janeiro será a sede da segunda etapa do Grand Prix 2012. Entre os dias 15 e 17 de junho, a cidade carioca abrigará, no Ginásio Maracanãzinho, o Grupo E da competição (Brasil, Estados Unidos, Itália e Alemanha).
 
A competição terá o mesmo formato de 2011. Ao todo, 16 times irão brigar pelo título da 20ª edição do evento. No primeiro fim de semana, entre os dias oito e 10 de junho, na Polônia, as brasileiras estarão no Grupo D, ao lado das donas da casa, das sérvias e das italianas.
 
Em seguida, entre os dias 15 e 17 de junho, as atuais campeãs olímpicas jogarão no Brasil, no Ginásio do Maracanãzinho, contra as alemãs, as italianas e as americanas. Na terceira semana, de 22 a 24 de junho, o Brasil jogará, em Luohe, na China, contra as donas da casa, Cuba e Porto Rico.
 
A fase final do Grand Prix será disputada em Ningbo, na China, na semana seguinte. As cinco seleções mais bem ranqueadas nas três primeiras semanas vão se juntar a China, para fase final. As equipes finalistas serão divididas em dois grupos de três. As duas melhores classificadas dentro de cada grupo vão disputar as semifinais.
 
O Brasil é o maior vencedor na história da competição com oito conquistas (94/96/98/04/05/06/08/09). Na última edição do Grand Prix, nenhuma cidade brasileira foi sede e o título ficou com os Estados Unidos, que venceram a Seleção por 3 a 0.
 
Foto: FIVB/Divulgação
Fonte: http://www.terra.com.br/

Roxane vence torneio em Riviera e sonha com Roland Garros

Foto: Divulgação
 
A melhor brasileira no ranking da WTA, Roxane Vaisemberg, venceu, neste domingo, a disputa do Torneio Internacional Feminino da Riviera de São Lourenço, no litoral paulista. A vitória deu motivação para a tenista conseguir uma classificação para a disputa de Roland Garros, a tradicional competição na capital francesa, Paris.
 
A conquista veio após a vitória tranquila sobre a peruana Bianca Botto, com um duplo 6/1. Roxane é a atual número 299ª no ranking feminino, mas deve subir cerca de 40 posições após levantar o troféu neste domingo.
 
"Tive uma semana incrível", começou a campeã. "Nas quartas de final, fiquei bem perto da derrota e depois joguei um grande tênis nas rodadas decisivas. Não esperava uma final tão rápida contra Botto, mas acho que eu variei muito bem o ritmo do jogo" acrescentou a atleta de apenas 22 anos.
 
Para chegar ao título, Roxane passou por três das quatro principais cabeças de chave em Riviera. A brasileira teve o apoio de mais de 500 torcedores que compareceram ao local da partida.
 
Roxane Vaisemberg sonha alto e traça metas para a temporada 2012 de tênis, cujo principal objetivo em disputa será a presença em Roland Garros. "Meu primeiro objetivo de 2012 é entrar na faixa das 200 primeiras do ranking. Isso me permitirá disputar o qualificatório para Roland Garros, um torneio que sempre sonhei disputar", contou.

A decisão das duplas deve que ser adiada por duas vezes devido ao mau tempo. Quando finalmente as argentinas Mailen Auroux e Maria Irigoyen encontraram a argentina Florencia Molinero em parceria com a paraguaia Veronica Cepede, venceram por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/tenis/noticias/0,,OI5609252-EI1871,00-Roxane+vence+torneio+em+Riviera+e+sonha+com+Roland+Garros.html

Judoca Maria Portela ganha bronze na Copa do Mundo em Budapeste

Foto: ne10.uol.com.br
 
A brasileira Maria Portela ficou com a medalha de bronze na categoria 70 kg da Copa do Mundo de judô após vencer a alemã Iljana Marzok, neste domingo, em Budapeste, na Hungria. O resultado rendeu mais 40 pontos no ranking mundial e olímpico da Federação Internacional de Judô (FIJ). A chinesa Fei Chen ficou com a medalha de ouro e a cubana Onix Cortes com a prata.
 
A trajetória da judoca gaúcha na competição começou com uma vitória por yoko sobre a americana Kathleen Sell. Em seguida, Portela duelou com a francesa Karine Berger e venceu por wazari. Nas quartas de final, novo triunfo, diante da sul-coreana Ye-Sul Hwang, com um yoko.
 
No entanto, a cubana Onix Cortes acabou com a sequência da brasileira e impediu Portela de alcançar um lugar mais alto no pódio, aplicando um wazari que definiu a luta. Maria Portela ainda se recuperou na disputa pelo bronze e venceu por ippon a alemã Iljana Marzok em seu último confronto.
 
A medalha bronzeada deixou Maria Portela com 460 pontos no ranking e a 21ª colocação de acordo com a última atualização da FIJ. Apenas as primeiras 14 mulheres irão se classificar para os Jogos Olímpicos de Londres, neste ano.

Outra representante do Brasil que esteve no tatame em Budapeste neste domingo foi Mariana Silva. Pela categoria 63 kg, ela perdeu na primeira rodada por ippon no confronto contra a holandesa Esther Stam. Entre os homens que disputam a Copa do Mundo em Oberwart, na Áustria, Leonardo Leite foi o melhor, com a sétima colocação na categoria 100 kg.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5609095-EI19410,00-Judoca+Maria+Portela+ganha+bronze+na+Copa+do+Mundo+em+Budapeste.html

Argelina conta como desafiou islâmicos para correr de shorts

Há 20 anos, a atleta argelina Hassiba Boulmerka venceu os 1500 m dos Jogos Olímpicos de Barcelona, uma conquista que não apenas deu a seu país sua primeira medalha de ouro olímpica, como também representou um avanço nos direitos femininos na Argélia.
Em entrevista ao programa Sporting Witness, da BBC, Hassiba relembrou sua trajetória olímpica e como esta quase lhe custou a vida.
Nas estantes do escritório de Hassiba, perto da capital Argel, ela atualmente guarda dezenas de troféus esportivos, ao lado de fotografias suas com lendas do esporte e da política, como o corredor etíope Haile Gebrselassie e o ex-presidente sul-africano Nelson Mandela.
Com a medalha em Barcelona e o ouro no Mundial de Atletismo de 1991, Hassiba é hoje considerada a maior atleta da Argélia. Mas, na época em que ela competia, o país norte-africano assistia ao avanço de radicais islâmicos que opinavam que as pistas de corrida não eram lugar para mulheres, muito menos mulheres correndo em shorts.
Uma eleição conturbada, em 1992, foi um dos primeiros passos para que o país mergulhasse em uma guerra civil que faria mais de 250 mil mortos.
Hassiba chegou a receber ameaças de morte enquanto se preparava para a Olimpíada de Barcelona, de forma que se tornou perigoso demais treinar em seu próprio país.
"Naquele ano (1992), não participei de uma corrida sequer (na Argélia)", recordou Hassiba. "Era arriscado demais. Eu poderia ser morta a qualquer momento."
 
Coleção de medalhas
 
A história da atleta começa em Constantina, cidade ao leste da Argélia. A quarta de sete filhos, Hassiba começou a correr para valer em 1978, aos dez anos, e logo passou a colecionar medalhas em nível regional, nacional e internacional.
 
Chamada de "a gazela de Constantina", ela saltou à fama em 1991, com a vitória nos 1500 m do Mundial de Atletismo de Tóquio.
 
"Quando voltei de Tóquio a Argel (junto ao também atleta Noureddine Morceli), fomos recebidos por milhares de simpatizantes", disse.
 
No entanto, à medida que forças do governo começaram a enfrentar militantes islâmicos, Hassiba se tornou um alvo.
 
"Em uma sexta-feira, durante as preces em uma mesquita local, o imã disse que eu não era muçulmana, porque eu corria usando shorts, mostrando meus braços e minhas pernas. Ele disse que eu era uma anti-islâmica."
 
A isso se seguiram ameaças de morte a ela e sua família, além de muros grafitados acusando-a de traição.
 
Ela decidiu se mudar para Berlim para continuar treinando e só chegou a Barcelona na véspera de sua disputa nos Jogos Olímpicos. Foi escoltada ao estádio por policiais armados. E acabou ganhando a primeira medalha de ouro da Argélia em uma Olimpíada.
 
"Ao cruzar a linha de chegada, dei um golpe de punho no ar", ela lembrou. "Foi um símbolo de vitória e rebeldia. Foi como dizer: 'consegui! Venci! Se vocês me matarem, será tarde demais. Eu fiz história!'"
 
À beira da guerra
 
Na volta para casa, desta vez, ela não foi recebida por milhares de fãs, como no ano anterior. A Argélia estava à beira da guerra. E o pai de Hassiba havia sofrido um derrame e estava em coma.
 
"Meu pai se preocupava muito comigo - era algo estressante para ele", disse.
 
Apesar dos perigos, Hassiba continuou treinando. Obteve medalhas de bronze e ouro nos Mundiais de Atletismo de 1993 e 1995.
 
Mas nunca repetiu o feito olímpico. Chegou a se mudar temporariamente para Cuba, novamente para fugir de ameaças de morte, e acabou voltando para Argélia.
 
"Nunca pensei em me mudar (do país) para sempre", afirmou. "A Argélia é a minha vida, minhas raízes, minha família e amigos. Jamais poderia abandonar tudo isso."
 
Ela acabou abandonando apenas a corrida e hoje é uma empresária de sucesso. Sobrou pouco da "gazela de Constantina". "Gosto de comer bem", brincou a ex-atleta, que também passa grande parte de seu tempo com seu pai, que lentamente se recuperou do derrame.
 
Mas as conquistas esportivas de Hassiba nunca serão esquecidas na Argélia. Para a ex-atleta, sua vitória em Barcelona não foi só a primeira medalha de ouro do país.

"Foi um triunfo para mulheres de todo o mundo que tentam se levantar contra seus inimigos", disse. "Foi isso o que realmente me deixou orgulhosa."

Foto: esporte.ig.com.br
Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5607384-EI19410,00-Argelina+conta+como+desafiou+islamicos+para+correr+de+shorts.html

Brasileiros têm fama de bagunceiros na Vila Olímpica

Foto: rac.com.br
 
A disposição dos alojamentos dos países na Vila Olímpica é equivalente à montagem de um quebra-cabeça: nações em guerra, em conflitos ou com antigas rivalidades têm de permanecer afastadas umas das outras para evitar problemas cotidianos. Além disso, algumas delegações levam preocupação às outras por motivos que vão além da geopolítica. É o caso do Brasil, de acordo com o jornal London Evening Standard.
 
A publicação entrevistou Chris Hale, gerente do InterContinental Hotels Group, que cuida da Vila Olímpica e que relatou os problemas no alojamento das delegações. "Você não quer ficar perto dos brasileiros", disse ele, citando a fama de "party animals" que os atletas do País têm em Olimpíadas. A tradução literal, algo como "animais festejadores", indica que os brasileiros gostam de uma boa farra nos bastidores olímpicos.
 
Além de brasileiro, ser nadador também é uma preocupação: isso porque, segundo Chris Hale, a disputa nas piscinas termina logo na primeira semana, deixando-os livres para fazerem o que quiserem na Vila Olímpica.
 
De resto, os 17 mil hóspedes terão sua localização definida por fatores mais ligados à política internacional e econômica. Israel e Irã, por exemplo, serão alocados em prédios opostos.

A crescente tensão nas Ilhas Malvinas recentemente também fará as delegações de Argentina e Grã-Bretanha serem dispostas de forma distante na Vila Olímpica, assim como Alemanha e Grécia, que entraram em conflito na esfera econômica. Pela primeira vez, a Vila Olímpica terá status quatro estrelas. Após a Olimpíada, será transformada em condomínio e reformada para adequação.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5609937-EI19410,00-Jornal+fama+festeira+faz+paises+fugirem+do+Brasil+na+Vila+Olimpica.html

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2012

Concurso Belas da Torcida 2012 abre inscrições

Foto: Uol Esportes

A competição mais apaixonante do Brasil vai começar e você pode ser uma das participantes. O Belas da Torcida 2012 selecionará as mulheres mais atraentes do país para representar 28 grandes clubes do futebol brasileiro. Para defender seu time de coração você precisa ser mulher, ter pelo menos 18 anos (completos até o dia 31 de dezembro de 2011) e muita disposição para conquistar os torcedores mais fanáticos das arquibancadas. Não perca tempo: leia o regulamento abaixo, faça sua inscrição (veja mais detalhes no box ao lado), envie suas fotos para a redação do UOL Esporte e torça!
Regulamento
 
1ª fase
- Na primeira fase, serão escolhidas as Belas dos 28 times
- Mulheres maiores de 18 anos podem enviar o formulário até o dia 31 de março
- Um júri formado por jornalistas do UOL Esporte seleciona as candidatas para a votação do público, que será iniciada no dia 2 de abril (conforme tabela abaixo)
- O público vota e define cada uma das 28 Belas da Torcida

2ª fase
- As candidatas finalistas serão divididas por sorteio em 4 (quatro) grupos com 7 (sete) Belas em cada um. As candidatas farão confrontos com todas as rivais de seus respectivos grupos entre os dias 24 de setembro e 11 de novembro.
- Cada grupo classificará quatro candidatas com mais vitórias para as oitavas de final. Caso haja empate em número de vitórias, o desempate será estabelecido pelo número total de votos
 -As 16 candidatas classificadas travam confrontos diretos e eliminatórios até que seja definida a campeã, em 16 de dezembro
- A divulgação do resultado final será no dia 17 de dezembro.

Vejam regulamento no site.
Fonte: http://esporte.uol.com.br/belas-da-torcida/regulamento/

Churrasco, praia e samba embalam confraternização de boxeadoras

Argentinas (foto), brasileiras e britânicas não se misturaram durante o treinamento
Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
 
Churrasco, praia e samba no escaldante verão e às vésperas do Carnaval. Esse é o cenário das férias de muitos dos brasileiros, mas serve também na tentativa de quebrar o gelo entre as boxeadoras de Brasil, Argentina e Grã-Bretanha. Reunidas em São Paulo para período de treinamento de olho na vaga em Jogos Olímpicos de Londres, elas buscam confraternização fora do ginásio para fazer com o que contato entre as atletas vá além das luvas e protetores.
 
Dentro do galpão que serve de Centro de Treinamento à Confederação Brasileira de Boxe (CBBoxe), as atletas não trocaram uma palavra entre si. O Terra acompanhou os trabalhos e notou o distanciamento das lutadoras, que se colavam em cantos distantes enquanto não distribuíam golpes. "Tem sido sempre assim. Elas estão muito focadas", disse o técnico brasileiro e anfitrião do intercâmbio, Cláudio Aires.
 
"Não tem rivalidade fora do treino. É que, no ringue, cada um busca o seu, mas fora do treino a gente tem uma amizade, sim. As argentinas a gente conhece faz tempo, desde 2004 eu vou pra competições com elas", afirmou a boxeadora Adriana Araújo. As brasileiras já confraternizaram com as colegas sul-americanas, promovendo um churrasco no final de semana anterior - um costume que é tão argentino quanto brasileiro.
 
Com as britânicas, a interação será diferente: a delegação pretende prestigiar o ensaio de uma das escolas de samba do Carnaval paulistano. "Com elas é mais difícil, porque eu não falo inglês, e as meninas também não. Mas elas estão planejando ir pra um samba aí", contou Roseli Feitosa, uma das mais experientes atletas do Brasil, campeã mundial em 2010 e com mais contato com estrangeiras.

As anfitriãs dos Jogos Olímpicos de Londres aproveitaram o último final de semana para ir à praia. Nicola Adams não soube dizer qual cidade do litoral foi visitada, mas aprovou a experiência. "Foi bem legal, nós andamos de banana boat e fizemos outras coisas. Foi bom, divertido. Fica a duas horas daqui", disse a atleta, uma das mais destacadas lutadoras britânicas e candidata ao ouro olímpico.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5603643-EI19410,00-Churrasco+praia+e+samba+embalam+confraternizacao+de+boxeadoras.html

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Futebol: Sub-20 é pentacampeã do Sul-Americano

Foto:CBF

A Seleção Brasileira Feminina Sub-20 precisava de apenas um empate com a Argentina para ser a campeã do Sul-Americano da categoria, no Estádio Couto Pereira, em Curitiba. Mas o Brasil foi superior em todo o jogo e venceu as hermanas por 2 a 0, com gols de Ketlen e Thaisinha. Com o título, o Brasil é pentacampeão da competição.

Este é o 116º título na administração do presidente Ricardo Teixeira.
A Seleção teve 100% de aproveitamento no Sul-Americano. Foram sete jogos, sete vitórias, 27 gols marcados e apenas um sofrido. Além da melhor campanha na competição, o Brasil tem a artilheira do Sul-Americano, Ketlen, com nove gols.

No primeiro tempo, o Brasil pressionou a Argentina, mas não conseguiu marcar. Somente na segunda etapa, aos 7 minutos, Ketlen abriu o placar. Gláucia chegou à linha de fundo e tocou rasteiro para a artilheira, que limpou a jogada e chutou no canto esquerdo. Brasil 1 a 0.

Aos 25 minutos, Ketlen foi derrubada na área. Thaisinha cobrou o pênalti e ampliou a diferença. Brasil 2 a 0. Bia ainda teve chance de fazer mais um. Thaisinha chegou à linha de fundo e cruzou para a camisa 10 da Sub-20 que dominou no peito e deu um voleio. Mas a bola bateu no travessão e o resultado ficou nisso mesmo. 2 a 0.

BRASIL
Dani, Giovanna (Fernanda), Tayla, Ingrid e Andressa Alves; Lucimara (Andressa Cavalari), Maria e Bia; Ketlen, Thaisinha e Gláucia.

Fonte: http://www.cbf.com.br/noticias/selecao-feminina/2012/2/5/brasil-x-argentina

Sharapova vence fácil na estreia em Paris e passa às quartas

Sharapova venceu a primeira em Paris em pouco mais de uma hora de jogo
Foto: AFP
 
Depois de ficar com o vice-campeonato do Aberto da Austrália e de ajudar a Rússia a vencer na primeira rodada do Grupo Mundial da Fed Cup, Maria Sharapova passou facilmente pela estreia no WTA Premier de Paris. Sem grandes problemas, a cabeça de chave número 1 derrotou a sul-africana Chanelle Scheepers por 2 sets a 0, com parciais de 6/3 e 6/1, e confirmou vaga nas quartas de final.
 
Sharapova, que atualmente aparece na terceira posição do ranking da WTA, precisou de uma hora e nove minutos para conseguir sua primeira vitória nas quadras rápidas parisienses. Diante de uma rival com um saque forte, que aplicou oito aces, a russa foi soberana diante de Scheepers, 44ª do mundo.
 
Agora, Maria Sharapova aguarda a definição de sua próxima adversária em Paris, podendo se deparar com uma de suas vítimas no Aberto da Austrália: a alemã Angelique Kerber, nona cabeça de chave, que enfrenta na quinta-feira a romena Monica Niculescu. A tenista russa derrotou a germânica na terceira rodada do primeiro Grand Slam da temporada por 6/1 e 6/2.
 
Além de Sharapova, outra tenista que se classificou nesta quarta-feira às quartas de final em Paris foi a alemã Julia Goerges, sexta favorita, que não encontrou muita resistência na checa Petra Cetkovska e venceu por 2 sets a 0, parciais de 6/1 e 6/4. Sua rival na fase seguinte sairá do encontro entre a checa Klara Zakopalova e a búlgara Tsvetana Pironkova.
 
O dia no WTA Premier de Paris ainda contou com mais sete partidas, todas válidas pela primeira rodada da competição. Destaque para a vitória da italiana Roberta Vinci sobre a romena Simona Halep por duplo 6/4.
 
A zebra do dia ficou por conta da eliminação da espanhola Anabel Medina Garrigues, oitava pré-classificada, que caiu diante da francesa convidada Pauline Parmentier por 2 sets a 1: 2/6, 6/3 e 6/3.

Confira outros resultados:
Yanina Wickmayer (BEL) v. Jill Craybas (EUA): 6/1 e abandono
Monica Niculescu (ROM) v. Jarmila Gajdosova (AUS): 6/1, 4/6 e 6/4
Christina McHale (EUA) v. Varvara Lepchenko (EUA): 6/4 e 7/5
Klara Zakopalova (RCH) v. Alizé Cornet (FRA): 6/3 e 6/1
Bethanie Mattek-Sands (EUA) v. Kristina Barrois (ALE): 7/6 (7-3) e 6/2

Fonte: http://esportes.terra.com.br/tenis/noticias/0,,OI5602426-EI1871,00-Sharapova+vence+facil+na+estreia+em+Paris+e+passa+as+quartas.html

Nado: brasileiras embarcam à Rússia para treino intenso e inédito

Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
 
O principal dueto do nado sincronizado brasileiro embarca neste domingo para a Rússia para treinar com Tatiana Pokrovskaya, técnica da seleção russa na modalidade. As atletas Lara Teixeira e Nayara Figueira, acompanhadas da técnica Andréa Curi e da coordenadora de seleções da CBDA (Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos), Mônica Rosas, ficam dez dias em cidade a 80 km de Moscou, em treinamento intensivo.

Pokrovskaya, que como técnica conquistou medalhas de ouro em três edições dos Jogos Olímpicos (2000, 2004 e 2008), está abrindo o treinamento de sua equipe para estrangeiros pela primeira vez e, segundo Andréa Curi, pode ser também a última: "ela nunca abriu essa oportunidade para ninguém no mundo e acho difícil abrir de novo. Estamos super orgulhosas, super felizes por isso", disse.

Diferentemente de outros intercâmbios que já aconteceram entre os dois países, desta vez o contato será íntimo, já que as brasileiras vão ficar no centro de treinamento, junto às atletas russas. "Vamos ficar no centro de treinamento, não é nem em Moscou, é a 80 km de Moscou, então é um lugar que só vai ter isso pra fazer, ainda mais com o frio que está lá, então iremos só treinar", explicou Andréa.

Lara e Nayara, que têm grandes chances de se classificarem para os Jogos Olímpicos de Londres, esperam absorver o máximo possível da experiência e estão preparadas para treinos intensos com as russas. "Estamos indo para lá para treinar mesmo, para sofrer o que tiver que sofrer porque nosso objetivo é aprender. Então, se elas fazem qualquer tipo de treinamento físico e dói, a gente quer participar", afirmou Lara.

As vagas para a Olimpíada serão definidas no Torneio Pré-Olímpico, que acontece do dia 18 ao dia 22 de abril, em Londres. As 19 melhores duplas se classificam para os Jogos.

Por: Flavio C. D'Almeida
Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5593948-EI19410,00-Nado+brasileiras+embarcam+a+Russia+para+treino+intenso+e+inedito.html

Judô: Ouro em Paris, Mayra assume topo do ranking mundial e faz história

Mayra Aguiar é a nova líder do ranking mundial da categoria até -78 kg
Foto: Reuters
 
O Brasil tem a melhor judoca da atualidade na categoria até 78 kg. Nesta quarta-feira a Federação Internacional de Judô (IJF) atualizou seu ranking com os resultados obtidos nos últimos dias, e a brasileira, campeã do Grand Slam de Paris, assumiu a liderança em seu peso com 1730 pontos. Esta é a primeira vez que uma brasileira lidera o ranking mundial.
 
A segunda colocada é a japonesa Akari Ogata, medalha de prata no Mundial de 2011 e algoz de Mayra na competição. Atual campeã do mundo, Audrey Tcheuméo é a terceira no ranking geral do mundo. A segunda brasileira mais bem colocada é Samanta Soares, que possui 20 pontos e é a 73ª.
 
Outro judoca do país que tem motivos para comemorar é Leandro Guilheiro. Ele ocupa a segunda posição na categoria até 81kg, com 1390 pontos, seis a menos que o líder do ranking, o coreano Jae-Bum Kim.
A atualização da lista, que é critério de classificação para a Olimpíada, deixou Hugo Pessanha mais próximo dos Jogos e à frente de Tiago Camilo. Os brasileiros, que disputam uma vaga para Londres, estão em quinto (920) e em sexto (886), respectivamente. A participação de um deles será decidida no Grand Prix de Dusseldörf, daqui a duas semanas.

Confira os brasileiros mais bem colocados no ranking da IJF :

Sarah Menezes (-48 kg) 3ª posição
Érika Miranda (-52 kg) 6ª posição
Rafaela Silva (-57 kg) 4ª posição
Ketleyn Quadros (-57 kg) 19ª posição
Mariana Silva (-63 kg) 19ª posição
Maria Portela (-70 kg) 21ª posição
Mayra Aguiar (-78 kg) 1ª posição
Maria Suelen (+78 kg) 10ª posição

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5601697-EI19410,00-Ouro+em+Paris+Mayra+assume+topo+do+ranking+mundial+e+faz+historia.html

Tênis: Na Li sente lesão nas costas e abandona na estreia em Paris

 
A chinesa Na Li foi obrigada a abandonar sua partida de estreia no Premier de Paris, nesta terça-feira. A tenista asiática, terceira favorita ao título, perdia o jogo para a búlgara Tsvetana Pironkova, por 7/6 (7-5) e 3/2, e desistiu do confronto por conta de uma lesão nas costas.
 
A chinesa passou a sentir dores na região desde a disputa da Fed Cup, na última semana, em que a China se classificou para disputar os playoffs do Grupo Mundial II. Ela deve passar por exames na França ainda nesta terça-feira para descobrir a gravidade real da lesão.
 
Na segunda rodada em Paris, Pironkova enfrenta a vencedora do confronto entre a francesa Alize Cornet, convidada da organização, e a tcheca Klara Zakopalova, que devem entrar em quadra nesta quarta-feira. Já a alemã Julia Goerges, cabeça de chave 6 em Paris, não teve problemas para derrotar a israelense Shahar Peer, no último jogo disputado na quadra central, nesta terça-feira. A germânica venceu por 2 sets a 0, com parciais de 6/1 e 6/3, em apenas 51min de disputa.
 
A próxima adversária de Goerges é a tcheca Petra Cetkovska, que passou pela italiana Alberta Brianti por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/3. Elas se enfrentaram apenas uma vez no circuito profissional, em 2007, com vitória da Cetkovska.
 
Outra cabeça de chave a triunfar foi a alemã Angelique Kerber, nona favorita ao título. Ela passou pela tcheca Lucie Safarova por 2 sets a 0, parciais de 6/2 e 7/6 (7-3) e tem encontro marcado com a vencedora do jogo entre a romena Monica Niculescu e a australiana Jarmila Gajdosova.
 
Foto:  Reuters
Fonte: http://esportes.terra.com.br/tenis/noticias/0,,OI5599763-EI1871,00-Na+Li+sente+lesao+nas+costas+e+abandona+na+estreia+em+Paris.html

Ex-número 1 do mundo perde mais de R$ 100 milhões e culpa família

Arantxa Sánchez diz ter perdido os R$ 100 milhões conquistados na carreira
Foto: AFP
 
A ex-tenista espanhola Arantxa Sánchez Vicario acusou a família de torrar uma fortuna de US$ 60 milhões (cerca de R$ 102 milhões, em cifras nacionais) que ela havia conquistado durante a carreira. A história foi contada pela atual capitã da Espanha na Copa Davis no livro que ela lançou nesta terça-feira.
Arantxa, ex-número 1 do mundo e campeã de quatro torneios Grand Slam, disse que seus pais eram os responsáveis por controlar a vida financeira enquanto a filha se dedicava exclusivamente ao tênis. Assim, ela recebia uma mesada, enquanto o restante do dinheiro que recebia era gerenciado pelo pai.
"Nunca duvidei que meu pai administraria meu dinheiro da maneira mais eficiente e benéfica", escreveu Sánchez, que só foi se dar conta da sua situação financeira em 2002, quando se aposentou. "Só depois que tirei uma férias é que veio a surpresa. Depois, a decepção. A surpresa de me encontrar sem recursos depois de uma carreira repleta de sucessos. Eles me deixaram com nada e estou endividada", contou.
Sánchez, que disse não entender como tal fortuna possa ter desaparecido, viu a mãe Marisa escrever uma carta à imprensa espanhola dizendo que a família havia ficado arrasada com a acusação. "Nunca tiramos vantagem da Arantxa, e ela não está quebrada", assegurou, citando ainda que o pai da tenista, Emilio, possui um coração débil e ainda padece de câncer intestinal e mal de Alzheimer.
Segundo a WTA, Arantxa Sánchez ganhou na carreira uma quantia de US$ 17 milhões apenas em premiações financeiras de torneios. A ex-tenista diz ter recebido ao longo de sua trajetória no esporte mais US$ 45 milhões em contratos publicitários.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/tenis/noticias/0,,OI5601925-EI1867,00-Exnumero+do+mundo+perde+mais+de+R+milhoes+e+culpa+familia.html

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Brasil já tem 117 vagas para Jogos Paraolímpicos de Londres

Foto: ahebrasil.com.br

O mês de fevereiro começa com uma ótima notícia para o esporte paraolímpico brasileiro. O País já tem 117 vagas garantidas para os Jogos Paraolímpicos de Londres, que acontecem entre os dias 29 de agosto e 9 de setembro. O número deve aumentar ainda mais. No entanto, diferente de Pequim, em 2008, quando o Brasil levou 188 atletas, neste ano a meta é prezar mais pela qualidade do que pela quantidade.
 
"Já temos um número expressivo no começo do ano. Já estamos qualificados em 15 modalidades e estamos na briga por vagas na esgrima, tiro com arco, halterofilismo e tênis em cadeira de rodas. É um início de ano, sem dúvida, animador. Nosso objetivo não é ter a maior delegação, mas sim a melhor para alcançarmos nossas metas técnicas em todas as modalidades e nosso objetivo de ficar em sétimo no quadro geral de medalhas", afirmou o presidente do Comitê Paraolímpico Brasileiro, Andrew Parsons.
 
Com 13 vagas certas, duas a mais que em Pequim, o presidente da Confederação Brasileira Tênis de Mesa, Alaor Azevedo, está entusiasmado com a evolução da modalidade.
 
"Hoje são 13, mas podemos chegar a 15. O número é expressivo e mostra evolução do tênis de mesa brasileiro. Levamos 11 atletas para Pequim e conseguimos uma medalha de prata. No Parapan, conquistamos 57% das medalhas de ouro possíveis e estamos confiantes no desempenho dos nossos atletas.
 
Teremos 50% de renovação na Seleção Brasileira desde a última Paraolimpíada. Temos uma equipe bem preparada, que tem participado de vários abertos nos últimos dois anos e se destacado. Os mais novos chegarão em Londres com experiência", disse Azevedo.
 
Entre as dez maiores potências do mundo no hipismo, o Brasil tem garantidas quatro vagas em Londres. Três delas já têm dono.
 
"Recebemos a notícia na sexta-feira e estamos muito animados. Nossa expectativa era conseguir esse número de vagas e o desempenho do Brasil no torneio qualificatório da Itália, no ano passado, foi fundamental. Representarão o Brasil no Adestramento os cavaleiros Marcos Alves (o Joca), Sérgio Oliva e a amazona Vera Mazzilli. A quarta vaga será definida entre os dias 18 e 22 de abril, no torneio internacional que acontecerá em Brasília", afirmou Marcela Parsons, diretora da modalidade no Brasil.
 
Vagas brasileiras garantidas :

Atletismo - 10 vagas (sete no masculino e três no feminino)
Basquete em Cadeira de Rodas - 12 vagas (feminino)
Bocha - 6 vagas
Ciclismo - 1 vaga
Futebol de 5 - 10 vagas
Futebol de 7 - 12 vagas
Goalball - 12 vagas (seis no masculino e seis no feminino)
Hipismo - 4 vagas
Judô - 8 vagas (quatro no masculino e quatro no feminino)
Natação - 3 vagas (duas no masculino e uma no feminino)
Remo - 1 vaga
Tênis de mesa - 13 vagas
Tiro Esportivo - 1 vaga
Vela - 2 vagas
Vôlei Sentado - 22 vagas (11 no masculino e 11 no feminino)

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5599809-EI19410,00-Brasil+ja+tem+vagas+para+Jogos+Paraolimpicos+de+Londres.html

Futebol: Seleção feminina será convocada nesta 6ª para período de treinos

 
A Seleção Brasileira feminina de futebol será convocada nesta sexta-feira para a segunda etapa de preparação para a Olimpíada de Londres 2012.
 
O técnico Jorge Barcellos levará o grupo de jogadoras para um período de treinamento e de concentração na Granja Comary, em Teresópolis, no Rio de Janeiro.
 
A apresentação do grupo de atletas será no dia 24 de fevereiro, na própria Granja Comary. A delegação comandada por Barcellos permanecerá no local de concentração da CBF até o dia 8 de março.

A Seleção feminina ainda será convocada mais quatro vezes até os Jogos de Londres, com data entre 27 de julho até 10 de agosto. Até o início da competição, a equipe disputará quatro amistosos: Japão e Estados Unidos, em solo oriental, e Portugal e França.

Foto: Foto: Ricardo Matsukawa/Terra
Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5600194-EI19410,00-Selecao+feminina+sera+convocada+nesta+para+periodo+de+treinos.html

Judô: Após ouro, Mayra desembarca em Porto Alegre com foco em Londres

Mayra Aguiar no desembarque na capital gaúcha
Foto: Miguel Noronha/Divulgação
 
A judoca Mayra Aguiar desembarcou no aeroporto Salgado Filho, em Porto Alegre, nesta terça-feira, depois de conquistar a medalha de ouro no Grand Slam de Paris, feito inédito no judô brasileiro até então. A conquista reafirma o ótimo início de ano que a atleta gaúcha está tendo. Em janeiro, ela venceu o Masters, em Almaty.
 
"Depois de ganhar mais essa medalha dá uma sensação de dever cumprido. Mas o trabalho ainda não foi cumprido. O foco está sempre em Londres, na Olimpíada", afirmou a atleta que, já está matematicamente classificada para os Jogos Olímpicos.
 
Antônio Carlos Pereira, o Kiko, técnico da equipe Oi/Sogipa de judô, ainda não sabe como vai proceder com a sua comandada a partir de agora. Em reunião com a judoca serão definidas as competições que ela disputará até a Olimpíada. "Nós vamos nos reunir e decidir o que ela vai fazer: competir, treinar, etc. Estamos analisando."

A expectativa agora é para a divulgação do ranking da Federação Nacional de Judô. Com as vitórias recentes, pode ser que Mayra assuma a primeira colocação da categoria meio pesado. Atualmente, a atleta ocupa a terceira posição.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5600077-EI19410,00-Apos+ouro+Mayra+desembarca+em+Porto+Alegre+com+foco+em+Londres.html

terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Tênis: Zvonareva vence estreia na Tailândia; Cibulkova é surpreendida

 
A russa Vera Zvonareva começou bem sua participação no WTA de Pattaya City, na Tailândia, em que é a principal favorita ao título. Ela derrotou a local Varatchaya Wongteanchai por 2 sets a 0, com parciais de 6/2 e 7/5, e avançou à segunda rodada do torneio, após 1h35min de disputa.
 
O próximo compromisso de Zvonareva em Pattaya City é contra a uzbeque Akgul Amanmuradova, que avançou na chave beneficiada pela desistência da britânica Laura Robson. O confronto é inédito pelo circuito profissional.
 
Já a eslovaca Dominika Cibulkova, cabeça de chave 2 na Tailândia, decepcionou. Ela foi surpreendida já na estreia do torneio pela britânica Anne Keothavong, que marcou 6/4 e 6/1. A favorita teve seu serviço quebrado cinco vezes na partida e venceu apenas 43% dos pontos disputados em quadra.
 
Keothavong tem como próxima adversária a indiana Sania Mirza, que conseguiu virada importante sobre a japonesa Ayumi Morita, com parciais de 3/6, 6/1 e 6/2. Elas já se enfrentaram duas vezes pelo circuito, com uma vitória para cada lado. O último jogo entre elas foi no WTA de Birmingham, em 2009.
 
A eslovaca Daniela Hantuchova e a norte-americana Vania King foram outras cabeças de chave a triunfar na Tailândia. Já a chinesa Jie Zheng e a cazaque Galina Voskoboeva também chegaram ao torneio como favoritas, mas foram eliminadas na estreia.

Foto: superesportes.com.br
Fonte: http://esportes.terra.com.br/tenis/noticias/0,,OI5599448-EI1871,00-Zvonareva+vence+estreia+na+Tailandia+Cibulkova+e+surpreendida.html

Nádia Comaneci defende ginastas britânicas após exclusão da Olimpíada

Nadia Comaneci se apresenta em 1976
Foto: Getty Images
 
A campanha da seleção britânica feminina de ginástica artística para ganhar o direito de disputar os Jogos Olímpicos de Londres ganhou o apoio de uma das maiores representantes da modalidade: a ex-atleta Nádia Comaneci. Dona de nove medalhas, ela defendeu a presença do time, que se envolveu em polêmica e tem a participação no evento negada pelo Comitê Olímpico Britânico.
Apesar de a Grã-Bretanha ter representantes em todos os esportes por ser país sede, o Comitê Olímpico determinou um desempenho mínimo necessário às equipes de ginástica para que a vaga fosse confirmada. No evento-teste que serviu de pré-olímpico, as meninas não foram bem e ficaram abaixo da marca, apenas 0,273 aquém do necessário para se credenciar à disputa da Olimpíada.
"Competir em Londres seria algo ótimo, uma grande motivação. Seria bom para elas estarem lá e ajudarem a promover o esporte no país", disse Comaneci, ao jornal The Sun. "Isso é muito importante. Quantas vezes os Jogos Olímpicos são disputados em seu país?", indagou a ex-atleta romena, que brilhou na Olimpíada de 1976 com três medalhas de ouro. Foi quando se tornou a primeira a conquistar a nota 10.
O Comitê Olímpico Britânico e a Federação Britânica de Ginástica, no entanto, se mantêm irredutíveis quanto à questão, afirmando que o patamar foi criado para que o time tivesse um desempenho aceitável e pudesse estimular a prática da modalidade de olho nas próximas edições dos Jogos.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5599270-EI19410,00-Nadia+Comaneci+defende+ginastas+britanicas+apos+exclusao+da+Olimpiada.html

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

A MERECEDORA PATRICIA CARLA DE OLIVEIRA

"O SUCESSO É UM GRANDE TRIÂNGULO, TENDO COMO VÉRTICES O CARÁTER, A COMPETÊNCIA E O ESFORÇO"
Boa tarde a todos, hoje é um dia super especial, e eu não poderia deixar de homenagear uma das pessoas mais importantes da minha vida, minha grande e eterna amiga Patricia. Foram 7 anos de luta, noites sem dormir, momentos de dor, alegrias, reprovações, medos, indecisões e muita dor...mais ta aí o resultado de todo esse esforço.

Parabéns Patricia pela estréia na Série A1 do Campeonato Paulista de 2012.

Amo você amiga
Grazi

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

PENA!!!! Tentativa de reativar as Sereias da Vila fracassa

O sonho acabou. Um mês depois do anúncio oficial do fim das Sereias, o presidente do Peixe. Luis Alvaro Ribeiro, conta como tentou transformar um azedo limão em uma caipirinha. Porém, a mistura não deu certo dessa vez.

O mandatário afirma que "não adianta a gente criar expectativas quando as expectativas já foram tentadas e não vingaram".

Após o anúncio do fim do futebol feminino, em 3 de janeiro, a imprensa noticiou que duas propostas de cerca de R$ 500 mil chegaram ao Santos. Uma delas, da Sport Promotion, especializada em marketing esportivo e outra, indicada pelo ex-diretor de futebol, Murilo Barletta. Além delas, empresários relacionados ao camisa 11, Neymar, chegaram a oferecer R$ 1 milhão para o retorno da equipe das meninas.
Créditos: Davi Ribeiro
Há um mês, Luis Alvaro Ribeiro oficializava, ao lado da jogada Erika, o fim das Sereias
Segundo entrevista do próprio presidente santista para A Tribuna, na época, o custo para manter o time feminino da Vila girava em torno de R$ 1,5 milhão por ano. Mas para Luis Alvaro, a soma é uma equação com ingredientes mais difíceis. "Primeiro o pessoal ligado ao Neymar tinha a necessidade de uma decisão rápida. A decisão não veio e eles desistiram. Ficamos, então, com a proposta da Sport Promotion, que não é suficiente. E mesmo a somatória das duas não dá para você misturar, fazer uma caipirinha simplesmente colocando no copo o limão, açúcar e cachaça", diz Luis Alvaro.

"Você tem que espremer o limão com açúcar, depois por adoçante, ou não, por gelo. Então, não adiantava colocar os elementos se não tinha como operar, quem contratar, quem gerenciar, qual time que vai se colocar em campo", explica o presidente.

O fato, segundo Luis Alvaro, é que os interesses não bateram. "É um assunto que foi decidido no começo do ano. Que a gente não ia mais ficar com o futsal e com o futebol feminino. A decisão foi tomada e comunicada para todo mundo. Depois houve um apelo de um monte de gente. Tentamos colocar denovo, mas o projeto não virou e o Santos não vai mudar a decisão de não gastar mais do que arrecada. É isso".

A estratégia da diretoria santista é que cada departamento seja auto-financiável. O Santos não quer que o time de futebol profissional, que possui a maior arrecadação, fique fornecendo “mesada” para as outras modalidades esportivas.

Ex-diretor diz que não recebeu explicações
O ex-diretor do futebol feminino do Santos, Murilo Barletta, não sabe dizer porque a volta do time feminino do Santos não foi anunciada se, segundo ele, empresas confirmaram interesse no patrocínio.

"Em nenhum momento me chamaram para me explicar o que aconteceu. Desde que eu deixei de ser diretor, levei outro patrocinador que também dava uma contrapartida de R$ 500 mil e ninguém me deu nenhuma satisfação. Também estou ansioso para saber", afirma Barletta.

Para explicar, o presidente do Peixe, Luis Alvaro, diz que os patrocinadores indicados por Neymar exigiam publicidade na camisa. E o negócio tinha uma data para ser fechado. Do outro lado, a Sport Promotion, empresa que também se pronunciou, esperava a mesma contrapartida, mas só enviou sua proposta formalmente há três dias. Além disso, não houve interesse de cobertura da TV. "Nós tentamos intermediar e não conseguimos", destaca o presidente.

Fonte: http://www.atribuna.com.br/noticias.asp?idnoticia=134523&idDepartamento=2&idCategoria=0

Camila Mazza treina cavalos para Jogos em competição austríaca

Foto: brasilhipismo.com.br

A amazona Camila Mazza se prepara para participar do CSI 3, em Treffen, na Áustria, neste final de semana. Ela vai para a disputa com seus dois cavalos de competição, Willink e Kavanagh, visando treiná-los para torneios internacionais e até mesmo para os Jogos Olímpicos de Londres.

As provas contarão importantes pontos para a brasileira na Federação Equestre Internacional (FEI). "Serão quatro provas que valem para o ranking da FEI e espero conseguir bons resultados", comentou. "Estamos trabalhando na evolução destes cavalos e preparando-os para mais disputas internacionais", acrescentou a atleta sobre Willink e Kavanagh.

Kavanagh é o cavalo mais novo de Camila. A estréia dele competindo junto com a amazona brasileira foi no Grande Prêmio da Holanda, no último mês, e a disputa terminou com Mazza na 32ª posição.

Camila Mazza foi destaque do Brasil na Olimpíada de Pequim, em 2008, e é uma das apostas para Londres. No entanto, a amazona ainda precisa garantir sua vaga nos Jogos. As seletivas do hipismo serão feitas por meio de três concursos de observação, realizados em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, entre março e abril. Alguns concursos na Europa também valerão para observação.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5590839-EI19410,00-Camila+Mazza+treina+cavalos+para+Jogos+em+competicao+austriaca.html

Etapa da Copa de Ginástica é cancelada por conflito com TV


Devido a um conflito de programação, a organização da etapa de Tóquio da Copa do Mundo de Ginástica Artística, marcada para os dias 14 e 15 de abril, foi obrigada a cancelar o evento, segundo informou a

Federação Internacional de Ginástica (FIG) em anúncio oficial.
 
A decisão veio da impossibilidade de coordenar as principais datas da ginástica no calendário esportivo com a disponibilidade de produção dos transmissores de TV locais. A falta de cobertura televisiva geraria um impacto negativo na participação de anunciantes e traria grande consequência financeira.
A FIG e a Associação Japonesa de Ginástica irão estudar novas datas para a edição de 2013 da etapa.

Foto: mariacentenaro.blogspot.com
Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5591107-EI19410,00-Etapa+da+Copa+de+Ginastica+e+cancelada+por+conflito+com+TV.html

Etapa de Salvador abre o Circuito Brasileiro de vôlei de praia

Foto: FIVB/Divulgação

O Circuito Brasileiro de vôlei de praia tem início nesta sexta-feira, com a etapa de Salvador, que receberá as 28 melhores duplas do país, sendo 16 masculinas e 12 femininas. As parcerias chegaram à cidade nesta quinta-feira.

Entre as atrações da primeira etapa do Circuito está a luta do baiano Ricardo para conquistar seu quarto título da competição e se tornar o maior vencedor da história em Salvador. Ele foi campeão em 2003 e 2006 e voltou a vencer no ano passado, ao lado de seu atual parceiro Pedro Cunha.

"Seria uma honra me tornar o maior vencedor de etapas na Bahia. Esta é uma marca especial e que tem que ficar em casa. A torcida baiana sempre me apóia bastante quando jogo aqui e esse suporte é muito importante, principalmente nos momentos de dificuldade", disse Ricardo.

Outros três atletas com o tricampeonato em Salvador no currículo jogarão este fim de semana na Bahia: Franco, campeão em 1992, 1998 e 1999, Larissa, vencedora em 2007, 2008 e 2010, e Talita, campeã em 2006, 2009 e 2011.

A missão de Ricardo, no entanto, não deve ser fácil. Entre os principais adversários de sua parceria com Pedro Cunha, estão Emanuel e Alison, que conquistaram todas as competições que disputaram na temporada passada: o Circuito Brasileiro, o Circuito Mundial, o Campeonato Mundial e os Jogos Pan-Americanos.

"Viemos de um ano muito bom, mas a maturidade que adquiri em tantos anos de carreira não me permite transformar isso em pressão. Estou muito tranquilo e consciente de que teremos dificuldades normais neste início de ano. Esperamos usar isso como uma preparação para toda a temporada, principalmente no aspecto mental", avaliou o experiente Emanuel.

No torneio feminino, além de poder conquistar o quarto título, Talita encara o início do Circuito Brasileiro como principal etapa de preparação para os Jogos Olímpicos de Londres. A parceria com Maria Elisa, formada em 2009, está entre as pré-selecionadas pela Confederação Brasileira de Voleibol para ir à capital inglesa.

"Esta temporada é muito importante para nós, pela proximidade com os Jogos Olímpicos, que sempre foram o objetivo principal da nossa dupla. Temos um retrospecto muito bom na Bahia e esperamos mantê-lo para começar o ano bem", afirmou Talita.

Fonte: http://esportes.terra.com.br/jogos-olimpicos/londres-2012/noticias/0,,OI5591756-EI19410,00-Etapa+de+Salvador+abre+o+Circuito+Brasileiro+de+volei+de+praia.html